Ser e Sentir

Na frente ou atrás do espelho, o que vemos é o reflexo daquilo que somos, mas não somente. Para ser é preciso sentir. Sentimos o que somos e somos que sentimos. Nem sempre a superfície do corpo revela a alma. A beleza, o poder pessoal, as forças, a suavidade e as emoções são intrínsecas à profundidade do nosso ser.


Sentir é acessar o seu universo particular. Não racionalizar e ainda assim se conhecer. Se questionar. Se aceitar. Se expressar. Vivenciar. Ser. De olhos abertos ou fechados, podemos encontrar a nossa essência. Basta querer, buscar, se respeitar e se conectar. Sentir, sentir e sentir, para deixar-se ser e revelar. Não importa a direção, rápido ou devagar, iremos nos encontrar.


Fotografia, produção e direção: Beatriz Melo


Participante: Rosemeire Cruz



6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo