Cuidados com a pele: Por que é tão importante?

Atualizado: 3 de nov. de 2021

A dermatologista Katleen Conceição dá dicas para colocar em prática diariamente e alerta para os riscos de não se cuidar


Cuidar de si e do próprio corpo é um trabalho mais amplo do que investir em produtos caros e procedimentos estéticos. Enganam-se aqueles que buscam apenas um movimento de fora para dentro e deixam de lado seus sonhos, prazeres, paixões e demais fontes de energia vital. A pele, o maior órgão do corpo, demanda um olhar atento não só ao que é visível, mas ao que nos faz ser quem somos.


A fim de entender quais etapas seguir para cuidar bem da pele, conversamos com a Dra. Katleen Conceição, dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, que recomenda o acompanhamento periódico de um profissional, com intervalo de seis meses a um ano entre uma consulta e outra.


No meio tempo entre o contato com um dermatologista, que fará uma avaliação precisa de cada pele, confira abaixo o passo a passo sugerido e veja se tem algo que você já coloca em prática:


1. ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL


Siga uma dieta balanceada, sem exageros ou demasiadas restrições. Se possível, consulte um profissional da área de saúde, como nutricionista, nutrólogo ou endócrinologista.


2. ESPAÇO PARA O LAZER E ENTRETENIMENTO


Incorpore à sua rotina momentos de lazer e a possibilidade de fazer aquilo que gosta e te faz sentir bem.



3. LIMPEZA DO ROSTO COM UM SABONETE APROPRIADO


Realize a limpeza do seu rosto com um sabonete específico para o seu tipo de pele e para esta região, diferente do utilizado para o corpo, retirando o resquício de maquiagem, se houver.


Em virtude das diferentes características, de acordo com a Dra. Katleen, existem substâncias na composição dos cosméticos que favorecem o cuidado para cada pele, por exemplo:


PELE NEGRA OU OLEOSA


Recomenda-se um sabonete com ácido salicílico, ácido glicólico ou niacinamida.


PELE SENSÍVEL


Recomenda-se um sabonete a base de calêndula.


4. HIDRATANTE


Após a limpeza, pode-se fazer uso de um hidratante que também tenha ação antioleosidade, ou seja, que tenha em sua fórmula substâncias como ácido lático ou alfa hidroxiácido.


5. FILTRO SOLAR


Indispensavelmente, aplique um filtro solar sobre o hidratante, mesmo que você não tenha a intenção de passar o dia na praia ou sob o Sol.


A dermatologista, enfatiza que o produto deve ainda ser reaplicado durante o dia, já que a luz visível, advinda do computador, celular e ambientes iluminados artificialmente, também causa danos na pele.


 

Seguir os passos acima, é o início de um caminho para evitar desenvolver ou agravar patologias futuras, como o câncer de pele, melanoma, vitiligo e alopecias. Situações estressantes, penteados apertados, alta exposição à luz e o uso de produtos inadequados podem ocasionar sérias lesões dentre couro cabeludo, boca, rosto e outras partes do corpo.


Mesmo que você tenha uma rotina assídua de cuidados, é preciso cautela com automedicações. Apenas o dermatologista poderá avaliar particularidades e prescrever o tratamento mais assertivo e seguro.



44 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo